O espírito empreendedor nas escolas ajuda a incentivar o jovem empreendedor

Começando desde cedo, a escola acompanha a vida da criança até o início da juventude e da fase adulta. Através do desenvolvimento, a educação leva não apenas conhecimento prático como também ajuda a formar cidadãos para o mundo. Ensina diversas competências e auxilia na formação de profissionais de vários ramos. Empreender também faz parte disto, e desta forma, entender como criar um negócio é essencial para a formação de alunos que mostrem interesse na área.

Como ensinar as crianças a economizar dinheiro de forma simples

Todo tipo de conhecimento é importante, e o estímulo a ele também. Na escola, os alunos estão tendo contato com diversos segmentos profissionais pela primeira vez, tentando decidir que rumo traçar, para onde ir e o que ser na vida profissional.

Com o empreendedorismo, a situação não é diferente. Se for estimulado, pode se desenvolver de uma maneira mais fácil e potencializar as características de um bom profissional. E onde melhor para isto se dar do que na escola?

Empreendedorismo nas escolas

As escolas têm buscado juntar a formação de conteúdos teóricos e relacionados com as disciplinas gerais com atividades e funções extracurriculares, para garantir uma melhor formação profissional.

O empreendedorismo pode ser ensinado nas escolas, auxiliando assim a identificar o pequeno empreendedor e mostrar a ele, desde cedo, que ele pode realizar um investimento. Muitas pessoas perdem a oportunidade de virarem investidoras por não acreditarem em suas potencialidades de negócio.

Apesar do Brasil estar se desenvolvendo como uma potência do mundo do empreendimento, de acordo com a revista Exame, 25% das pequenas e médias empresas no país fecham suas portas com apenas dois anos de atividade. Em cinco anos, o índice aumenta para mais da metade das empresas, fechadas sem conseguir manter uma lucratividade ideal para se sustentar no mundo dos negócios.

Esta estatística apresenta uma situação alarmante e mostra a dificuldade dos empreendedores de se manter no mercado. Uma das diversas razões para isto é a falta de incentivo relacionada à área, desde os anos iniciais de formação; o empreendedor não acha seu caminho dentro das opções mostradas na escola.

Levar noções de empreendedorismo auxilia não apenas o aluno que tem interesse em ser um empreendedor, como também a todos características de ser mais proativo, organizado, aprender com os erros e ser mais assertivo, pontos-chave para um empreendedor de sucesso.

Os alunos se desenvolvem mais criativos, persistindo apesar das dificuldades e com comprometimento que as técnicas de empreendimento e administração podem oferecer.

Realizar atividades teóricas e práticas sobre o ramo, potencializar capacidades individuais e levar palestras e informações sobre empreendimento são maneiras de ajudar o aluno a crescer como pessoa e também como profissional, e ainda assim, aprender sobre como ter um negócio.

É preciso tomar medidas diferentes; tomar posição pelo ensino mais criativo e despojado, que ajude o aluno a lidar com suas dificuldades e superá-las, ao invés de metodologias “antiquadas”. Saber reconhecer a importância dos recursos tecnológicos e também poder trabalhar a interdisciplinaridade para produzir um aluno mais preparado e mais seguro do que quiser ser em seu futuro, não só profissional como pessoal.

Show some

Siga-nos nas redes sociais

Todos direitos reservados © Marktplatz Mittelstand GmbH & Co. KG 1996-2017