Apple entra na briga das caixas de som inteligentes

A Apple anunciou nesta segunda-feira, 5, que vai entrar na briga das caixas de som inteligentes, mercado em que Google e Amazon já estão presentes. A “caixinha” da Apple foi anunciada ontem, na WWDC 2017 – a conferência anual de desenvolvedores da empresa, em San Jose, Califórnia. O HomePod custará US$ 349 e chegará aos mercados dos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália em dezembro. Outros países devem receber o aparelho em 2018 – ainda não se sabe quando a novidade chegará ao Brasil.

ApplePay vai deixar usuário enviar dinheiro
Apple anuncia novas versões de iPad e Macs
Apple encerra produção do iPad no Brasil

A ideia da Apple é que o HomePod use o sistema de inteligência artificial da empresa, a Siri, ao mesmo tempo em que entrega uma alta qualidade de som. Com ele, será possível escutar música, mas também receber notificações do celular ou controlar dispositivos como geladeiras, lâmpadas e termostatos conectados.

Nessa estratégia, o aparelho coloca a Apple em mais uma disputa direta com o Google e a Amazon, que estão nesse mercado com o Home e o Echo, respectivamente.

Os dois aparelhos rivais, porém, levam pelo menos uma vantagem. São bem mais baratos: o Google Home é vendido a US$ 109, enquanto o Amazon Echo sai por US$ 179 nos EUA.

É um mercado importante: lançado em 2015, o Amazon Echo já vendeu 8 milhões de unidades em todo o mundo, impulsionado pela assistente pessoal Alexa.

De acordo com a consultoria Strategy Analitics, as caixas de som inteligentes devem ser o centro da casa conectada, um mercado que pode valer US$ 155 bilhões em 2022.

Modelo da Apple

Revestido de espuma acústica, o HomePod tem sete alto-falantes e seis microfones, além de sensores, que serão capazes de perceber o ambiente à volta do aparelho e moldar a forma como o som deverá ser emitido pela caixa acústica.

“A música sempre fez parte do DNA da Apple. Revolucionamos a música com o iPod. Agora, queremos fazer isso de novo”, disse Tim Cook, presidente executivo da empresa, ontem.
Além do HomePod, o evento também teve novidades para duas linhas de produtos bem importantes para a Apple – os tablets iPad e os computadores Mac (leia mais abaixo).

Nova Siri

Além disso, o evento também mostrou atualizações para os sistemas operacionais da empresa. O principal deles, o iOS 11, usado no iPhone e no iPad, chegará para os usuários no quarto trimestre de 2017. A principal novidade é que o Apple Pay, sistema de pagamentos digitais da empresa, vai permitir que usuários transfiram dinheiro uns para os outros através do aplicativo de mensagens iMessage.

Outra novidade é que a Siri, assistente pessoal da Apple, agora também servirá como tradutora. Por enquanto, ela será capaz de traduzir frases do inglês para cinco idiomas – chinês, alemão, italiano, francês e espanhol. “Nos próximos meses, teremos outras línguas”, prometeu Craig Federighi, vice-presidente de engenharia da Apple. Hoje, a Siri é usada mensalmente por mais de 375 milhões de dispositivos, em 21 línguas e 36 países.

Com a atualização para o iOS 11, a assistente pessoal também ganhará maior capacidade de entender contextos e costumes de seu usuário.

Segundo a Apple, ela será capaz de sugerir notícias e lugares para encontros, por exemplo. A preocupação com segurança também aumentou: todas as interações do usuário com a Siri terão criptografia de fim a fim, de difícil interceptação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Show some

Siga-nos nas redes sociais

Todos direitos reservados © Marktplatz Mittelstand GmbH & Co. KG 1996-2019